Igreja se une e ora em vários pontos de Belo Horizonte

Um dia inteiro de intercessão que marcou a cidade por meio da mobilização “Oração nas Ruas” da Convocação Nacional de Jejum e Oração

cracolândia prado lopesCom a missão de orar pela transformação do Brasil e declarar que ele é de Jesus, a Igreja saiu às ruas neste sábado (13/7) e orou durante todo o dia. Em Belo Horizontem, não foi diferente. A Igreja Batista da Lagoinha, por meio dos ministérios, formou grupos de pessoas para estarem orando em pontos específicos, intercedendo e declarando bênçãos sobre vidas e governos.

O pastor Wellington Vieira saiu com um grupo de 27 pessoas e passou por locais como “Cracolândia” na Pedreira Padro Lopes,  Praça do Peixe, Praça Sete, Área Hospitalar, Viaduto Santa Tereza e praças da Estação e Raul Soares. O dia de oração no templo da Lagoinha.

praça-estação-300x169

Os motivo de oração pontuados pelo grupo foram: a libertação do Brasil da prostituição, rebeldia, homicídio e drogas. Além das orações eles distribuíram água e deixaram a mensagem de que somente Jesus é a água da Vida. Segundo o Pr. Wellington houve uma reciprocidade das pessoas, que estavam sedentas por Deus. O pastor afirma ainda que a igreja foi muito além do que se esperava. “Acredito que essa foi uma manifestação clara de que a Igreja está viva e pronta para orar, ajudar e acolher a nossa cidade”, declara o Pr. Wellington.

Outro grupo de aproximadamente 70 pessoas estava sob a direção do pastor Flavinho Marques. Eles foram à Praça da Liberdade, ao Palácio do Governo, Biblioteca Pública, Escola de Direito da UFMG, Aeroporto da Pampulha e Prefeitura Municipal de Belo Horizonte.

bibliotecaSempre com motivos de oração específicos, o grupo do Pr. Flavinho, orou pelos governos de BH e do Brasil, pela Igreja e pastores, pelasaúde e educação. Além desses motivos teve um período de intercessão por arrependimento de pecados. “Na Praça da Liberdade, muitas pessoas pararam e oraram junto com a gente. Na Prefeitura, os guardas municipais pediram oração por eles e para todos os funcionários públicos”, conta o Pr. Flavinho.

Ainda segundo o pastor, a juventude esteve presente nesse dia de oração nas ruas, marcado pela Convocação Nacional de Jejum e Oração, e a Igreja alcançou o seu objetivo. “As Células foram mobilizadas e o povo foi às ruas”, completa Flavinho.

praça-sete-300x169

Os corais Kerygma e El Shamah foram para o Palácio das Artes declarar que o “Monte das Artes” é do Senhor Jesus. Fim do homossexualismo, da inveja, da promiscuidade e da idolatria,  no meio das artes brasileiras, fizeram parte da intercessão dos coristas. Ao final do período de oração os corais se reuniram no Parque Municipal para um momento de louvor e bate papo. O maestro Robinho destacou que foi a hora e o momento certos para interceder a Deus. “Estávamos dentro de um órgão público e acredito que através da intercessão que fizemos naquele lugar o Senhor vai mover, atender as orações e mudar a história das artes do nosso país”.

Por: Portal Lagoinha.com

Fotos: Flavinho

Twitter @fazhistorias 

Facebook Fazedores de Histórias 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s